Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Notícias

Inpa mostra potencial de pesquisa e extensão na 69ª Reunião Anual da SBPC, em Belo Horizonte

  • Última atualização em Sexta, 14 de Julho de 2017, 18h56
  • Acessos: 640

Instituto terá participação em conferências, mesas-redondas, oficina de Ukelele com apresentação musical e estande da exposição de C&T, onde o visitante terá a oportunidade de conhecer o Inpa e suas pesquisas, além de degustar geleias de frutas amazônicos e sentir aromas de plantas da região como o pau-rosa

 

Da Redação – Ascom Inpa

Foto: Acervo Ascom Inpa

 

A partir deste domingo (16) até o dia 22 de julho (sábado), o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazonas (Inpa/MCTIC) mostra seu potencial de pesquisas na 69ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). São Conferências, mesas-redondas, sessão de pôsteres, oficina de Ukelele com apresentação musical e um estande com os livros mais recentes publicados pela Editora Inpa. A Reunião acontecerá na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte (MG).   

 

Na segunda-feira (17), oito integrantes da Camerata de Ukulele participam da SBPC, no estande do Inpa, divulgando o processo evolutivo do projeto com uma sessão musical. A Camerata teve origem num projeto de iniciação Científica do Inpa, em Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus). A apresentação faz parte da programação na tenda da ExpoT&C, um pavilhão climatizado de 4.600 m2, onde 26 instituições expõem trabalhos, produtos e serviços.

 

SiteUkuklemostraprocessoprodutivodoinstrumento

 

Para o diretor do Inpa, Luiz Renato de França, o Instituto tem tido sempre presença marcante na SBPC e este ano não será diferente, pois serão mostradas diversas e importantes atividades de pesquisa e extensão desenvolvidas no Instituto, que neste ano celebra 65 anos de criação.

 

“Atividades ligadas à temática “A Amazônia e a Sociedade Brasileira”, que fazem parte de meu plano de trabalho como diretor já no início do quarto ano de gestão, também farão parte da programação neste ano. Espero que a partir de agora esta temática esteja presente rotineiramente na programação anual da SBPC”, enfatiza França.

 

Para mostrar o processo de construção do instrumento musical Ukulele e sua funcionalidade, tocando músicas regionais, além de contar a influência do projeto em suas vidas, na terça-feira (18), o grupo Ukulele realizará a Oficina Itinerante de Inovação Tecnológica para 30 participantes,  dentro da programação da SPBC Jovem.

 

Durante a oficina, a pesquisadora do Inpa Claudete Catanhede e os integrantes da Camerata de Ukulele mostrarão aos participantes que é possível obter produto da floresta de forma sustentável e com alto valor agregado.

 

O grupo Ukulele também marcará sua participação na SBPC Jovem com uma apresentação na abertura da premiação da UFMG Jovem. O evento acontecerá na quarta-feira (19), às 15h30, na Praça de Serviços.

 

A Camerata de Ukulele é fruto do projeto “Construindo Instrumento Musical com Madeiras da Amazônia – Ukulele”, desenvolvido pelo Inpa, em 2013, com apoio dos Laboratórios de Engenharia e Artefatos de Madeira (Leam) e Manejo Florestal (LMF). Os jovens aprenderam a construir seus próprios instrumentos com madeiras de árvores caídas naturalmente e resíduos de serrarias.  

 

ExpoT&C

 

No estande do Inpa na Exposição de Ciência e Tecnologia da SBPC, o Instituto mostrará as publicações mais recentes, vídeos de apresentação aos visitantes das principais atividades da Instituição, que foi fundada em 1952 e tornou-se um dos principais centros de estudos da biologia tropical do mundo.

 

O visitante também poderá degustar geleias de frutos amazônicos, como cubiu com pimenta e araçá-boi, e sentir aromas de plantas amazônicas, como pau-rosa, preciosa, copaíba, sacaca e buriti. O slogan do estande é “Somos Ciência, Somos Amazônia, Somos Inpa”.

 

Sitedugustaçãodegeleiasdefrutas

 

“Vamos mostrar de forma objetiva e dinâmica a história do Inpa e como ele se organiza, além do que o instituto faz pela conservação da biodiversidade, o que as nossas pesquisas apontam sobre os efeitos das mudanças climáticas na Amazônia, quais são os impactos esperados de grandes obras de infraestrutura sobre a biodiversidade e o que o Inpa faz pela melhoria da qualidade de vida na Amazônia”, conta a coordenadora de Extensão do Inpa, a pesquisadora Rita Mesquita.

 

Participação

 

O gerente científico do Programa de Grande Escala da Biosfera-Atmosfera na Amazônia (LBA/INPA/MCTIC), pesquisador do Inpa Niro Higuchi, será um dos palestrantes da conferência “Torre Atto – um instrumental de última geração para o estudo do clima na Amazônia”. A sessão será coordenada pelo pesquisador do Inpa Adalberto Val, na tarde de terça-feira (18).   

 

Já o diretor do Inpa, Luiz Renato de França, participará da Reunião em vários momentos da programação, desde a abertura do evento, às 18 horas de domingo (16), encontro entre os dirigentes do MCTIC e os diretores das Unidades de Pesquisa, na segunda-feira (17) pela manhã, e atividades científicas e de gestão. Na manhã de quarta-feira (19), ele será o conferencista da apresentação “A Amazônia e a sociedade brasileira”; à tarde, coordenará a mesa-redonda “A Amazônia e a sociedade brasileira”, a qual terá como palestrantes o general do Exército Brasileiro, Guilherme Cals Théophilo Gaspar de Oliveira (atualmente no Comando de Logística-Colog, em Brasília) e Wanderley de Souza, da Financiadora de Estudos e Projetos (Diretoria de Inovação - Finep).

 

Na quinta-feira (20), a pesquisadora Camila Ribas é um das palestrantes da mesa-redonda “Os desafios nacionais para conservação da biodiversidade”. A sessão será coordenada pelo pesquisador Adalberto Val.

 

O Inpa também participa na sessão de pôsteres “Diversidade Fenotípica de Abóboras no Estado do Amazonas” que tem como autores pesquisadores e técnicos do Inpa, entre eles Danilo Fernandes Silva Filho, Hiroshi Noda e Ariel Blind, e “Avaliação da vida de prateleira de polpa de cubiu (Solanum sessiliflorum DunaL), pasteurizada e congelada” de autoria dos pesquisadores Jaime Paiva de Aguiar, Francisca das Chagas do Amaral Souza e Danilo Fernandes Silva Filho.

 

SiteInpalevaresultdosdepesquisapraSBPC

 

Sessão de Abertura

 

A sessão de abertura da 69ª Reunião da SBPC será neste domingo (16), a partir das 18h, no Auditório Nobre do CAD 1, no campus  Pampulha da UFMG. A programação vai até o dia 22 de julho (sábado). O evento marcará as celebrações dos 90 anos da UFMG.

 

Considerado o maior evento de divulgação científica da América Latina, as reuniões anuais da SBPC têm como objetivos debater políticas públicas nas áreas de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação e difundir os avanços da Ciência nas diversas áreas do conhecimento. Para tanto, além da programação científica, o evento tem também atividades reunidas em programações paralelas como SBPC Jovem, SBPC Cultural e ExpoT&C. 

 

Atividades

 

A 69ª Reunião Anual da SBPC terá mais de 240 atividades com a participação de pesquisadores renomados do Brasil e do exterior e de gestores do sistema estadual e nacional de CT&I. Entre as atividades confirmadas, estão 69 conferências, um ciclo de conferência, 82 mesas-redondas, 55 minicursos, 16 sessões especiais, cinco assembleias, duas reuniões de trabalho e seis encontros. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página