Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Notícias

Suframa propõe cooperação com o Inpa para atrair investidores em tecnologia, pesquisa e desenvolvimento

  • Última atualização em Terça, 10 de Outubro de 2017, 09h18
  • Acessos: 734

A ideia da Suframa é desenvolver um plano conjunto com potenciais parceiros para identificar oportunidades e criar um portfólio para promover produtos e serviços amazônicos. Esta aproximação faz parte de um plano de trabalho que norteará as atividades da Suframa a serem desenvolvidas a partir de 2018

 

Texto e foto Luciete Pedrosa – Ascom Inpa

 

SiteReuniãoSuframaepesquisadoresdoInpaFotoLucietePedrosaAscomInpa

 

Uma reunião de aproximação entre o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) e a Suframa para troca de informações e estartar um trabalho de cooperação para atrair investidores internacionais na área de tecnologia, pesquisa e desenvolvimento. Este foi o objetivo da visita de técnicos da Coordenação Geral de Comércio Exterior (Cogex/Suframa), na manhã desta segunda-feira (9) ao Instituto.

 

A ideia da Suframa é desenvolver um plano conjunto com potenciais parceiros para identificar oportunidades e criar um portfólio para promover produtos e serviços amazônicos. Esta aproximação faz parte de um plano de trabalho que nortearão as atividades da Suframa a serem desenvolvidas a partir de 2018.

 

Para o diretor do Inpa, o pesquisador Luiz Renato de França, a aproximação com a Suframa já vem se estreitando há dois anos e esta é uma oportunidade para o Inpa dar mais visibilidade aos produtos e pesquisas que desenvolve. “Temos muito a contribuir em vários aspectos e vejo esta inciativa da Suframa bastante positiva. Espero que esta aproximação progrida”, torce o diretor.

 

De acordo com o coordenador da Cogex, Ivan Zambrano, a Zona Franca de Manaus estimula a industrialização, mas tem o desejo de desenvolver tecnologia na região amazônica. Segundo ele, o desafio da nova gestão do superintendente Appio Tolentino, juntamente com o superintendente de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Marcelo Pereira, é criar um plano com outros parceiros para que possa atrair investidores na área de tecnologia e transformar pesquisas em produtos.

 

A Suframa quer atuar nessa perspectiva para tentar atrair investimento internacional para a pesquisa e desenvolvimento na região. Queremos construir um plano em parceria com o Inpa e outras instituições de pesquisas e identificar as potencialidades”, explica Zambrano.

 

Para ele, o desafio é filtrar as informações que o Inpa detém para disponibilizar ao empresariado e atrair possíveis investimentos. A missão dos técnicos da Suframa é identificar quais pesquisas do Inpa poderiam receber investimentos a curto e médio prazo, e quais patentes que o Inpa detém seriam interessantes para o empresário que queira investir a curto prazo.

 

O Inpa, por meio da Coordenação de Extensão Tecnológica e Inovação (Coeti) detém em seu portfólio 69 depósitos de pedidos de patentes nas diversas áreas da saúde, alimentos, cosméticos, tecnologias sociais, entre outras. Desse total de pedidos, 10 já foram concedidos.

 

A ideia é identificar e mapear as oportunidades, produtos e serviços que a região possa oferecer, atrair investidores, promovendo estes produtos em eventos, feiras e encontros internacionais e a partir daí, trabalhar todas as perspectivas da promoção comercial”, explica o coordenador da Cogex.

 

Ao final da reunião, Zambrano comentou que o encontro com os pesquisadores e diretor do Inpa foi bastante proveitoso e que a Suframa e o Instituto são parceiros naturais na busca do desenvolvimento regional. “O Inpa detém o know-how da pesquisa em diferentes áreas e a Suframa detém o conhecimento para atração de investimentos de novas empresas na região para geração de emprego e renda e o desenvolvimento de cadeias produtivas”, diz.

 

Todas as informações repassadas pelo Inpa serão disponibilizadas para os empresários através do “Guia do Investidor da Zona Franca de Manaus”, que está sendo formulado pela Suframa, por meio da Cogex, e que estará disponível para orientar os investidores e empresários quanto às informações de pesquisa, desenvolvimento, investimento e possibilidades na região.

 

Participaram da reunião, além do diretor do Inpa, Luiz Renato de França, o coordenador de Pesquisas, Paulo Maurício de Alencastro Graça, o vice-coordenador de Ações Estratégicas, José Laurindo dos Santos; o coordenador de Tecnologia e Inovação, Paulo de Tarso Sampaio; as pesquisadoras Isolde Ferraz, do Laboratório de Sementes; Ceci Sales-Campos, do Laboratório de Cogumelos Comestíveis; Cecilia Nunez e Sergio Nunomura, do Laboratório de Produtos Naturais; o botânico Juan Revilla; a coordenadora de Extensão Tecnológica e Inovação, Noélia Falcão. Também esteve presente o chefe de Gabinete, Sergio Guimarães.

registrado em:
Fim do conteúdo da página