Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Notícias

Congresso Brasileiro de Micologia oferecerá minicursos no Inpa e Incursão na reserva Ducke

  • Última atualização em Sexta, 07 de Junho de 2019, 11h51
  • Acessos: 968

A 9ª edição do Congresso acontecerá entre os dias 24 a 27 de junho. As inscrições cotinuam abertas até o dia 17 de junho

Por Wérica Lima – Da Redação

Foto: Luciete Pedrosa (Acervo)

O IX Congresso Brasileiro de Micologia (CBMy 2019), promovido pela Sociedade Brasileira de Micologia (SBMy) em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) e outras instituições, acontecerá de 24 a 27 de junho deste ano. Conforme a Comissão Organizadora do evento, a programação técnico-científica terá oito eixos temáticos relevantes e atuais da micologia, além de incursões e 14 minicursos durante o Congresso. O objetivo é consolidar a “paixão dos micologistas” por fungos e estimular novas vocações.

Entre os miniscursos está o de Cultivo de Cogumelos que será ministrado no Inpa pela pesquisadora do Instituto Dra. Ceci Sales Campos e Dra. Arailde Fontes Urben (Embrapa), que com atividades teóricas e prática falarão sobre o cultivo de cogumelos comestíveis e medicinais. Elas vão abordar o cultivo axênico (processo biotecnológico em que o substrato onde o cogumelo é cultivado é esterilizado, permitindo que o fungo cresça sem competição) que envolve a produção da matriz, spawn (semente) e a inoculação do substrato.

Hoje um dos principais problemas de saúde pública está relacionado à presença de fungos toxigênicos em alimentos, fungos que produzem metabólitos tóxicos, as chamadas micotoxinas, sendo que a identificação desses fungos torna-se uma etapa importante e estratégica para o controle de micotoxinas na cadeia produtiva de alimentos. Atento a isso, o Congresso oferecerá o minicurso “Identificação de Fungos (Aspergillus e Penicillium) Toxigênicos” e apresentará a identificação dos principais gêneros responsáveis pela presença de micotoxinas em alimentos encontradas em produtos de origem animal e vegetal.

 

SitecogumelosproduzidosnoINpaFotosLucietePedrosaAscomINpa

 

A Incursão Micológica do evento Singer Foray organizado pelo curso de Pós-Graduação da Botânica do Inpa é destinado a pesquisadores e estudantes interessados em diversidade, taxonomia, ecologia e biologia de fungos. A incursão é uma imersão na Reserva Florestal Adolpho Ducke durante 3 dias (21 a 23 de junho), na qual os participantes receberão instruções teóricas e práticas sobre coleta de fungos e Ascoliquens.

“Esta incursão na Ducke é uma oportunidade para compartilhar as diferentes experiências entre os participantes com interesses em diferentes grupos de fungos em condições de campo, contou a presidente da Comissão Organizadora do Congresso, a pesquisadora do Inpa Maria Aparecida de Jesus.

Os materiais coletados durante a incursão serão depositados no herbário do Inpa, podendo ser acessados para estudos futuros. A incursão já conta como inscritos professores de universidades brasileiras e estrangeiras, profissionais de instituições de ensino e pesquisas e alunos de graduação e pós-graduação de várias partes do Brasil.

Para a presidente da Comissão Organizadora do Congresso, o evento representa um amadurecimento científico dos pesquisadores das instituições de ensino e pesquisa da região Norte do país, que desenvolvem estudos nas diferentes áreas que envolvem a micologia. “O Congresso também contribuirá para o intercâmbio entre os pesquisadores de instituições locais com os de outras regiões do país e do exterior, envolvendo, os estudantes da nossa região”, disse.

As inscrições estarão abertas até o dia 17 de junho e podem ser realizadas aqui. Para mais informações, acesse o site do Congresso.

Minicursos

Para participar dos minicursos, basta escolher no ato da inscrição. Os inscritos poderão participar de até dois minicursos, que duração de quatro a oito horas. Também serão oferecidos no Congresso os minicursos de: Bases moleculares para edição gênica em fungos, Aplicações da espectrometria de massas em micologia: da identificação ao sequenciamento de proteínas, Diagnóstico de infecções fúngicas: desde convencionais até biologia molecular, Cultivo de cogumelos e Fungos zoospórios: coleta, iscagem, isolamento e reconhecimento das principais estruturas morfológicas.

A programação dos minicursos prevê ainda Fungos em propostas de educação científica e popularização da ciência, Taxonomia e diversidade de macrofungos poliporoides, Técnicas avançadas de avaliação de antifúngicos, Associações de fungos micorrizicos arbusculares na Amazônia, Introdução a cultura cervejeira, Química de fungos, Identificação de fungos (Aspergillus e Penicillium) Toxigênicos, Noções de técnicas moleculares aplicadas a micologia e Técnicas de coleta, herborização e identificação de fungos causadores de ferrugem.

registrado em:
Fim do conteúdo da página