Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Página inicial > Sobre a Extensão
Início do conteúdo da página

Sobre a Extensão no INPA

Última atualização em Quinta, 28 de Junho de 2018, 10h42 | Acessos: 4343

 

A Extensão busca promover uma interação transformadora entre aquilo que o INPA produz e as demandas da sociedade, de modo a promover práticas de desenvolvimento sustentável para a Amazônia.  Ela articula os diferentes setores institucionais, para desenvolver, à partir do conhecimento gerado pelas atividades de pesquisa e de ensino, e utilizando as estruturas institucionais existentes, a integração e o intercâmbio com grupos populacionais amazônicos ou outros que estejam em busca de ampliar a compreensão sobre as dinâmicas socioambientais inerentes à região.

Cabe à Coordenação de Extensão a transferência de tecnologias sociais e de inovação, a realização de atividades de educação ambiental e visitação pública, e a geração de materiais informativos e técnicos em linguagem acessível e direcionada a públicos diversos.

A COEXT está organizada da seguinte maneira:

   

    O QUE FAZEMOS - NOSSAS ATRIBUIÇÕES

    A Coordenação de Extensão foi criada em 1994 para promover a integração entre a comunidade do INPA e a sociedade, cumprindo a sua função social. Suas atribuições incluem:

a. formular propostas de políticas e diretrizes para o desenvolvimento das atividades de extensão;

b. promover a transferência de conhecimentos, tecnologias e inovações geradas pelo INPA para promover a inclusão social;

c. promover, coordenar, executar e avaliar ações para divulgação da produção científica, tecnológica e inovação do INPA;

d. administrar as áreas de visitação do INPA;

e. promover a integração das atividades de Extensão com a Capacitação e a Pesquisa;

f. criar e incubar projetos de base tecnológica ou relacionados à inovação

g. desenvolver atividades educacionais nas áreas de visitação do INPA

 

    LINHA DO TEMPO

     1994 - Criação da Coordenação de Extensão

     1995 - Criação do Bosque da Ciência

     1999 - Inicio do projeto Circuito da Ciência

     2002 - Inicialmente Núcleo de Negócios do INPA, passou por diversas transformações até se constituir na

                Coordenação de Inovação Tecnológica em 2011.

             - Criação do Paiol da Cultura

             - Editora do INPA passa a ser coordenada pela COAE

     2010 - Nasce a Incubadora do INPA     

     2011 - Coordenação de Tecnologias Sociais (Criada e implementada)

             - Auditório da Ciência é inaugurado

     2015 - INPA assume coordenação do arranjo AMOCI

 

     VISITE OS LINKS:

 

 

    PROGRAMAS E PROJETOS

    São, na atualidade, os seguintes Projetos e Programas de Extensão sob a responsabilidade da COEXT e suas unidades:

  • Museu da Casa da Ciência
  • Exposições no Paiol da Cultura
  • Circuito da Ciência
    • Feira Científica mensal, dirigida a estudantes de escolas de Manaus, públicas e privadas, que apresenta em forma de oficinas alguns resultados de pesquisas realizadas pelo Inpa e por parceiros locais. Diversos temas são explorados de uma forma dinâmica e criativa utilizando métodos lúdicos através de jogos, demonstrações, observações in locu, etc.
  • Programa de Educação Ambiental do Bosque da Ciência
  • Projeto Unidades Demonstrativas em Agroecologia
  • Programa de Iniciação Cientifica e de Extensão no Bosque da Ciência
  • Manutenção da Fauna e Flora no Bosque da Ciência
  • Concepção e elaboração de material científico e cultural
  • Ações de fortalecimento e divulgação da cultura dos Povos Indígenas(Oca de artesanato)
  • Interiorização da Pesquisa institucional para comunidades rurais (agricultores familiares) e urbanas.
  • Promoção e participação em eventos de divulgação científica – mostras, feiras e reuniões técnicas.

 

    MOSTRAS, FEIRAS E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

  • Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – Evento anual em que são apresentados os resultados de pesquisa, enfatizando os temas indicados pelo MCTIC para cada edição. Trata-se de exposições, palestras, oficinas, demonstrações, visitas técnicas que compõem um conjunto bastante variado de experiências voltadas à popularização e socialização do conhecimento.
  • Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – Evento anual que apresenta além de exposições em forma de congresso científico, a EXPO C&T, que se constitui em uma exposição tecnológica, onde cada instituição de pesquisa apresenta seus produtos e interage com a sociedade em geral que visita os diversos stands.
  • Inpa de Portas Abertas – Visita de grupos de interesse às instalações dos laboratórios do Inpa, parainteragir diretamente com as equipes de pesquisa, conhecer pesquisa em andamento, e conhecer instrumentos e técnicas empregados no processo da investigação científica.     
  • Diálogo de Saberes – Encontro que reune pesquisadores na área de produção de alimentos de base agroecológica, com pequenos produtores familiares e grupos organizados na área de produção de orgânicos. São apresentados principais achados de pesquisa e conhecimentos já consolidados pelas comunidades para melhoria da produção local, com adensamento de tecnologias e intercâmbio de conhecimento. 

 

    A Coordenação de Tecnologia Social busca disponibilizar para a sociedade amazônica as tecnologias sociais desenvolvidas no Inpa, com vistas à promoção da inclusão Social e desenvolvimento sustentável. 

    Tem como atribuições regimentais: 

       I - promover tecnologias sociais desenvolvidas no INPA, visando proporcionar inclusão social; 

      II - contribuir com políticas públicas que promovam a inclusão social; 

      III - divulgar e promover as técnicas e processos desenvolvidos no INPA em conjunto com as populações tradicionais, visando à validação e adequação do conhecimento adquirido na instituição; 

      IV - organizar e favorecer a implantação e utilização de um substrato tecnológico e científico, em parceria com universidades e centros de pesquisa, para a consolidação da Tecnologia Social.

 

 

3. Coordenação de Inovação Tecnológica – COETI

 

4. Serviço de Apoio às Áreas de Visitação – SEAAV (Em Construção)

 

Fim do conteúdo da página