Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Emege Day reúne no Inpa entusiastas do empreendedorismo científico
Início do conteúdo da página
Notícias

Emege Day reúne no Inpa entusiastas do empreendedorismo científico

  • Publicado: Terça, 21 de Agosto de 2018, 14h53
  • Última atualização em Terça, 21 de Agosto de 2018, 14h55

O evento já passou por Curitiba, Belo Horizonte, São Paulo, Maceió e com o apoio da Incubadora de Empresas do Inpa chega pela primeira vez a Manaus

 

Por Letícia Misna (texto e fotos) - Inpa

 

Sob o comando de Guilherme Rosso e Daniel Pimentel, a Emerge é uma organização sem fins lucrativos que apoia cientistas empreendedores e negócios de base científica, e atualmente viaja pelo Brasil levando o Emerge Day. O evento mobiliza localmente pesquisadores, cientistas e empreendedores que estão transformando o conhecimento produzido nas bancadas dos laboratórios em empresas que buscam resolver problemas da sociedade e do meio ambiente.

 

“O formato do evento visa discutir a pauta de ciência empreendedora e também apresentar quem são os cientistas empreendedores que estão fazendo as atividades aqui. A ideia também é que as pessoas que estão no evento possam interagir e se conhecer”, diz Guilherme Rosso.

 

EMERGEDAYFOTOLETICIAMISNAINPA9

 

Com o apoio da Incubadora de Empresas do Inpa, foi realizado no Auditório da Ciência, localizado no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC). O Emerge Day Manaus teve início com o painel “Ciência Empreendedora e o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia”, composto pela pesquisadora e coordenadora de Extensão do Inpa, Rita Mesquita, o professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Waltair Machado, e pelo diretor financeiro da Bemol, Denis Minev.

 

Os debatedores discutiram temas como o futuro da Zona Franca de Manaus (ZFM), as dificuldades de inserir a ciência no mercado e a contribuição da Incubadorade Empresas do INPA aos negócios.

 

Três projetos de empreendedorismo científico de Manaus foram apresentados ao público. Um dos projetos foi a empresa Broto, que trabalha com o desenvolvimento e automação para o agronegócio, atualmente com ênfase em hidroponia (plantio sobre a água). Segundo o diretor da Broto, Vitor Rubem, a empresa mede o pH da água através de um equipamento desenvolvido pela Broto – que é uma das empresas apoiadas pela incubadora do Inpa.

 

"Tendo em vista a escassez de recursos das pessoas que trabalham com hidroponia em adquirir seu próprio equipamento, a Broto atua ainda com um sistema assinaturas (aluguel mensal)”, contou Rubem.

 

EMERGEDAYFOTOLETICIAMISNAINPA11

 

Outro projeto apresentado foi a Delicatassem Pescado, idealizado pelo pesquisador do Inpa, Nilson Carvalho. A empresa desenvolve a partir da carne de peixes amazônicos produtos como hambúrguer, bife empanado, picadinho e salsicha.

 

Por último, Danniel Pinheiro apresentou a Biozer Amazônia, uma desenvolvedora de cosméticos, alimentos funcionais e fitoterápicos. Há dez anos atuando no segmento, a empresa está lançando a marca SIMBIOZE, com atuação com cosméticos naturais e veganos.

 

O evento encerrou com a palestra do diretor geral do Museu da Amazônia (Musa) e presidente de honra da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Ennio Candotti, além de um momento de interação entre universitários, empreendedores e investidores presentes.

EMERGEDAYFOTOLETICIAMISNA 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página
Experimente o novo WEBMAIL do INPA.