Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Inpa promove 2ª Campanha de Prevenção de Acidentes e Radioproteção
Início do conteúdo da página
Notícias

Inpa promove 2ª Campanha de Prevenção de Acidentes e Radioproteção

  • Publicado: Sexta, 24 de Agosto de 2018, 09h11
  • Última atualização em Sexta, 24 de Agosto de 2018, 11h47

Minicurso “Boas Práticas Laboratoriais e Biossegurança” é ministrado pelo professor e pesquisador da Fiocruz (RJ), Paulo Roberto de Carvalho, a usuários de laboratórios da Instituição

 

 

Por Letícia Misna (texto e fotos) – Inpa

 

Despertar a consciência preventiva dos usuários de laboratórios na adoção de práticas seguras para prevenir acidentes e doenças ocupacionais no ambiente de trabalho. Este é o objetivo da 2ª Campanha de Prevenção de Acidentes e Radioproteção do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), que teve início na última quarta e encerra nesta sexta-feira (24).

 

Este ano a Campanha conta com a colaboração do professor Dr. Paulo Roberto de Carvalho, da Fundação Oswaldo Cruz (RJ), que ministra o minicurso Boas Práticas Laboratoriais e Biossegurança, no Auditório da Ciência. Integrante do Plano Anual de Capacitação (PAC), o minicurso de 12 horas é obrigatório para os usuários de laboratórios, como pesquisadores, técnicos, assistentes, estudantes e bolsistas. Cerca de 150 pessoas participam da atividade.

 

PrevencaoDeAcidentesRadioprotecaoFotoLeticiaMisnaINPA3

 

No primeiro dia, o professor Paulo Roberto de Carvalho falou sobre os quatro níveis de segurança dos laboratórios e deu orientações sobre os procedimentos necessários a cada um deles.

 

 

Carvalho citou, como exemplo, o uso de pipetas mecânicas em vez de pipetagem na boca, nos laboratórios de nível 1; vigilância do pessoal de laboratório com imunizações apropriadas oferecidas nos laboratórios de nível 2; acesso através de portas duplas de fecho automático nos laboratórios de nível 3; e zona isolada ou um prédio separado para os laboratórios de nível 4.

 

“Esses locais devem ser operados por pessoas capacitadas. No Brasil não se dá tanta atenção quanto devia, por isso acontecem tantos acidentes”, afirma Paulo Roberto, graduado em química industrial e com doutorado em Ciências – Ensino em Biociências e Saúde.

 

O professor enfatizou que em todo laboratório devem ser usados óculos de segurança, e lembrou ainda que um laboratório sem políticas de segurança pode ocasionar acidentes que são capazes de atingir as dependências prediais e pessoas não associadas diretamente ao fato.

 

 

PrevencaoDeAcidentesRadioprotecaoFotoLeticiaMisnaINPA2

 

A 2ª Campanha de Prevenção de Acidentes e Radioproteção é organizada pela Coordenação de Gestão de Pessoas (COGPE) – Segurança do Trabalho e pela Coordenação de Apoio Técnico e Logístico (COATL) – Serviço de Radioproteção.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página
Experimente o novo WEBMAIL do INPA.